Sexta-feira, 7 de Maio de 2010

O que faz falta são férias! ///▲

Photobucket

Os ultimos dias têm sido do mais fodido para mim. Não tenho vontade para o que quer que seja,e ando enterrado em trabalho.Durmo poucas horas todas as noites e o nivel de creatividade anda nos negativos. Preciso de dormir um pouco,descontrair,fumar umas coisas,sair á noite,beber,estar com gente... e só depois posso voltar novamente á rotina . Porque se as coisas continuarem assim eu vejo-me obrigado a tirar a reforma no fim do 12º ano.

Estou a ouvir: Dirty South ft Rudy - Phazing (Original mix)
publicado por JoãoVieira às 00:00
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 5 de Abril de 2010

Estou a ir,quase ///▲

Photobucket

Já preparei tudo. Já fiz a mala. E já estou pronto para ir. Saio daqui na quarta de manha, por volta das 8. Dirijo-me em seguido para o Porto. Apanho avião para a Alemanha. Espero 6 horas. E apanho mais um avião, desta vez directo á Noruega. Vou ficar 9 dias. De dia 7 a dia 16. Agora que o meu sol voltei é que eu me vou meter debaixo da chuva outra vez. Que se foda isto. Vai valer a pena. Só não sei se vale o frio que vou passar. Espero que sim.

Estou a ouvir: Robin S. - Show Me Love (Masterz Of Energy Remix 2010)
publicado por JoãoVieira às 17:56
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 17 de Março de 2010

Noite Estragada ///▲

Photobucket

Amanhã tenho teste de História e cultura das artes por isso vou-me enterrar esta noite toda a estudar impressionismo e cubismo, e Van Gogh e Cézanne, e simbolismo e design...e outras coisas igualmente engraçadas. E que se foda as horas de sono perdidas, é o ultimo teste.

Estou a ouvir: Milk & Sugar - Let The Love (Take Over)
tags:
publicado por JoãoVieira às 19:38
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Março de 2010

Dentro do comboio, a caminho do Porto ///▲

Photobucket

Vou ver mais uma escola. A semana passada foi a Soares dos Reis, e hoje é a ÁRVORE. Estou mesmo decidido em sair desta cidade e tão cedo não voltar a ouvir falar disto aqui.

 

tags:
publicado por JoãoVieira às 15:15
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 13 de Março de 2010

Vida de estudante é muito fodida///▲

Photobucket

A maioria nem sabe o que anda a fazer lá. Mas eu digo. Andar na escola só nos faz bem. Não é que foder o cérebro todo com assuntos de merda seja bom. Porque definitivamente não é. Mas tem uns quantos outros aspectos positivos que não envolvem marrar de manhã até á noite. Passo a explicar. As aulas ás 8 e meia. É excelente. De manhã é que se começa o dia. E como diz gente velha, “deitar cedo e cedo erguer...”. Enchemo-nos logo de saúde assim.

 Partimos para outro aspecto. Andar na escola mantêm-nos em forma. A sério. Ou vão dizer que andar a carregar o peso dos livros, ás costas, de um lado para o outro, o dia inteiro, não é desgastante? E se desgasta, queima-vos calorias. Gordas. E isto já sem meter as aulas de educação física ao barulho ou as vezes em que saímos de casa a correr porque já estamos atrasados e mais que atrasados. Mas se não andam a estudar, que andam lá a fazer? Outro aspecto positivo. Vocês não estão sozinhos na escola e existem montes de pessoas interessantes que podem conhecer, conversar… dar uns amassos nos corredores ou foder nas casas de banho. Isto tudo claro, durante os tempos em que deviam estar na sala a apresentar um trabalho importante ou a fazer teste.

 Não compreendo é como há gente que se pudesse escolher preferia ficar na cama todas as manhãs. E fechar-se em casa o resto do dia. Lá no sofá, á frente da televisão, a comer qualquer coisa doce, para criar barriga e engordar como porcos. Tristes.

 Por fim, na vida de um estudante de secundário, ainda há as visitas de estudo,as aulas com professoras boas, viagens ao estrangeiro…Resumindo esta merda toda, vida de estudante não é só livros e tpc’s. Foda-se, devem é pensar que não temos mais nada para fazer.

Estou a ouvir: The Misfits - Dig Up Her Bones
publicado por JoãoVieira às 18:45
link | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

Depressão ///▲

Photobucket

Tenho saudades do verão, da praia, das tardes de calor, e das noites quentes. Saudade de ver gente bonita a passear na rua com pouca roupa. Saudades das saídas e do que se vive nessa altura. Preciso da alegria que o sol trás. O inverno deixa-me numa constante depressão. Há qualquer coisa no mês de Agosto que nos muda. É a alegria e sensações que vem com o calor nessa altura do ano. Parece que andamos excitados 24 horas por dia, durante 7 dias por semana. O que melhor nos pode acontecer na vida parece que tem tendência a acontecer debaixo do sol quente dessa estação. O sexo é melhor, ninguém pode negar isso. Parece que o calor une os corpos. É sexo na água, em casa de banho, na sombra, na praia, nas barracas. Fodemos em qualquer hora e em qualquer lado. E é a estupidez dos amores de verão, aqueles romances tórridos mas com um limite de tempo. Terminam assim que o verão chega ao fim. Nunca gostei muito disso mas o que é engraçado é que parece que quando queremos que esses amores durem para além do verão, e fazemos por isso, eles parecem não aguentar muito mais tempo que isso. Ou então o problema sou eu. Deve ser da falta do sol de Agosto. O que eu sei é que preciso de tudo isso de volta antes que estes dias cinzentos dêem cabo de mim. Estou mesmo farto da puta de escola. De estar fechado dentro de 4 paredes. Durante um dia inteiro.5 dias por semana. Preciso de férias caralho!

 

 

É a Joaninha,clica na imagem.

Estou a ouvir: 1º Set 2010 produzido por dj Miguel Pinto// radioutopia.net
publicado por JoãoVieira às 15:15
link | comentar | ver comentários (4) | favorito
Domingo, 10 de Janeiro de 2010

A merda também sai da boca do povo

Photobucket

O povo sempre foi muito criativo na hora de falar da vida dos outros, e quando as historias que circulam por aí são tristes, aborrecidas, banais, o povo adora dar-lhe “um pouco “ mais de acção interessante. As historias ganham pontos novos em cada boca por onde passam, fazendo assim com que estas, mesmo sendo na realidade mais que normais, se convertam em verdadeiros escândalos sexuais. A língua do povo sempre foi bem grande, e lambe a vida de cada um como um puta. Praticamente já todos fomos alvo de calúnias, difamações e outras coisas resultantes da imaginação e boca das pessoas, esses seres nojentos.

 Também eu já passei por isso, sei bem a merda que é, e o nojo que mete. O facto de não puder estar com alguém ou não puder fazer isto porque há, do outro lado do passeio, um ser que acaba por ir a contar alguém uma versão alterada daquele instante. Mas eu estou farto dessa merda pá! Farto de tristes como vós! Ganhem uma puta de uma vida própria!

 Um dia ainda vou entender porque que há gente na minha escola que de certo modo me deve adorar, e por isso passa a vida a inventar cenas estúpidas sobre mim, sobre a minha vida, e sobre as pessoas que me acompanham. Sim, eu sei, a vida é injusta e tu não compreendes como é que um triste como eu tem tanta sorte nela. Por isso tentas destruir a imagem que levo, por gozo e porque me odeias.

 Tu odeias-me mas a tua namorada adora-me. Adora-me, ama-me, come-me…a tua namorada mas também a tua ex-namorada, a tua amiga colorida, a gaja que andas a comer às escondidas, até a gaja que davas o tomate esquerdo para a comer.

 Este filme ronda a tua cabeça e isso não te agrada em nada. Por isso perdes o teu tempo a espalhar por aí merdas sobre eu ter dito isto e aquilo sobre aquele e o outro…mas disse? Não me lembro, mas de certeza que sim, já que falas com tanta convicção então só pode ser verdade. Andar a espalhar que eu ando a meter-me com a namorada do teu amigo? O teu amigo ainda nem a conhecia e eu já falava para ela, mas pronto, se é para levar as coisas assim... Sim, eu ando a meter-me com a rapariga dele e nós até nos andamos a comer durante a semana, aos fins da tarde, nas casas de banho das senhoras. Depois vens por aí dizer que quero bater em não sei quem e não sei quantos…achas que estou para sujar as minhas mãos naquilo que eu ia acabar por achar uma perca de tempo? Claro que sim. Chegas mesmo a desesperar por ninguém te ouvir, e tentas fazer o pessoal acreditar que eu sou gay…eu sou gay sim, e a tua irmã é um homem. Podes continuar a inventar as merdas que quiseres, independentemente do que disseres eu estou-me a cagar para ti e por isso vou-te dar sempre razão.  

 Eu sou tudo o que quiserem, por isso invistam bem o vosso tempo a inventar todas as merdas que conseguirem. Mas lembrem-se que também eu sei inventar historias…

Continuam na vossa merda de vida que se baseia na vida dos outros, não vos dou mais um caralho da minha atenção.

 

Estou a ouvir: Le Castle Vania - Nobody Gets Out Alive
publicado por JoãoVieira às 20:24
link | comentar | ver comentários (4) | favorito

Erecção Psicológica

Photobucket

Foto por Erotica

Anda uma loira na minha escola que eu sempre que a vejo, sinto uma espécie de erecção vinda do meu subconsciente. Quando me cruzo com ela o meu corpo têm de imediato uma reacção involuntária, que não sei explicar. Isto acontece e não é culpa minha, do meu corpo ou do meu subconsciente… ela é que é tão…tão…tão…

Estou a ouvir: Yelle - A Cause Des Garçons (Tepr Remix)
publicado por JoãoVieira às 20:10
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

É uma merda chamada escola e outra chamada Natal.

Photobucket

Finalmente acabaram-se os testes, fiz hoje o último, correu bem como correm todos, a entrega é que de certeza já não vai ser tão boa…até porque cada vez percebo menos daquilo e o meu cérebro não tem tráfego que chegue para decorar milhões de páginas.  

 Mas finalmente acabou para mim, ainda falta uma semana mas já não faço mais trabalhos nem testes nem nada que me chateie. E depois férias. Vão ser umas semanas sem ter que acordar cedo, sem aulas de história pela manha, sem todas essas coisas que eu dispensava bem da minha vida.

 O natal acaba por ser o menos importante para mim no meio disto tudo, deixei de gostar disso a uns anos para cá, já não dou tanto importância acaba por ser um dia como os outros, mas mais chato porque tenho de aturar os da minha família. Se pudesse escolher com quem queria passar este dia, eles seriam a minha ultima escolha. Prefiro antes passar esse dia sozinho do que os ter como companhia. Eu acho que eles têm uma ideia de como me incomodam, acho que é por isso que me dão dinheiro como prenda. Deve ser algum tipo de pagamento por terem estado comigo, como se eu fosse uma puta ou assim. Seja como for dinheiro é como sexo. Aceita-se sempre de quem for e de onde vier…não é de todo assim mas está bem.

 

Photobucket

Hoje estou: com menos 100 kilos em cima
Estou a ouvir: Don Diablo _ Example - Hooligans
publicado por JoãoVieira às 21:01
link | comentar | ver comentários (1) | favorito

▲Mais//Textos//

O que faz falta são féria...

Estou a ir,quase ///▲

Noite Estragada ///▲

Dentro do comboio, a cami...

Vida de estudante é muito...

Depressão ///▲

A merda também sai da boc...

Erecção Psicológica

É uma merda chamada escol...

▲Mais//Comentados//

▲arquivos//

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

▲_

zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz