Quinta-feira, 17 de Setembro de 2009

É o fim.

Acabou.Uma história que podia muito bem ser bem mais daquilo que foi.A nossa história.

Tu fodeste tudo,se pusesses o teu estúpido orgulho de lado,um pouco que fosse,esta merda teria dado uma volta diferente! Eu também fodi tudo mas tentei, por vezes, para que tudo fosse diferente.Se ao menos me tivesses dado ouvidos.

Agora as coisas estão assim.É culpa nossa. O que sentimos morreu.E agora...olhamo-nos com pena.

Cada um tem aquilo que merece.

Hoje estou:
Estou a ouvir: metallica-welcome home (enter sanitarium)
publicado por JoãoVieira às 17:52
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 15 de Setembro de 2009

Esclarecimentos,etc...

Meu povo...as aulas começaram e como dá para ver eu nao tenho andado a publicar posts com tanta frequencia...vou continuar a publicar claro mas serão mais demorados...depressa e bem há pouco quem ;]

Obrigado e desculpem qualquer coisinha

publicado por JoãoVieira às 19:57
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 11 de Setembro de 2009

Desabafos de quem.

 

 

"Foste feita comigo sentada...ou contra a parede...

Não me lembro muito bem."

publicado por JoãoVieira às 18:34
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009

Monotomia Chata De Uma Relação

Cute yawn Pictures, Images and Photos

 

1º Mês. Tudo corre bem. A paixão bem presente. O sorriso estúpido nas nossas caras. Tudo tão bonito que até mete nojo.

No 2º mês a chama um pouco menos acesa mas tudo na maior. Nos meses a seguir um gajo ainda se safa. Mas por alguma razão há sempre uma fase da relação em que parecemos cansados e passamos tempos a pensar em como s coisas eram fofas e queridas no inicio. Isto acontece e é meio fodido. Uma merda mesmo. Mas acontece porque? Numa palavra: Rotina. Acho sinceramente que é esse o problema das médias/longas relações amorosas ou namoros como quiserem chamar. Nós não deixamos de gostar daquela pessoa mas viver sempre viver as coisas sempre da mesma forma, os mesmo lugares, ás mesmas horas, nos mesmos dias, isso tira a intensidade ao momento e ao fim de algum tempo cansa. A partir daí ou se acaba ou se renova. Rotina é o problema. Variedade é a solução. Sejam criativos.

 

Hoje estou: papa
publicado por JoãoVieira às 15:41
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |
Domingo, 6 de Setembro de 2009

Tudo Fodidamente Perfeito

Photography Pictures, Images and Photos

Estou enojado com a minha vida e comigo mas não estou triste por isso, é uma espécie de vício, sabemos que devemos parar mas não conseguimos. Sinto saudade da minha ingenuidade. Dos tempos em que o mundo era um excelente lugar para viver. O amor era lindo e perfeito. E eu tinha todo o tipo de merda que faz um gajo feliz. Tenho saudades disso. Tento-me reconstruir a partir do que tenho. Fodi tudo.

A verdade é que só damos valor as coisas quando já não as temos. Grandes mentes pensam igual. Mas afinal o que nos faz ver o mundo de outra forma? Não somos de ferro...as merdas que nos acontecem acabam sempre por nos mudar e tirar-nos a inocência e ingenuidade. A isso chamamos crescer.

Crescer é viver todo o tipo de merdas que nos faz aprender ás nossas custas. Nunca aprendemos quando observamos os outros. Aprendemos sempre quando nos observamos.

Vivemos uma vida de amores e desamores, uma vida cheia de altos e baixo, uma vida de pouca alegria e muita tristeza. Temos de ser fortes, fazer esse enorme esforço para que mesmo que tudo se abata sobre nós e mesmo que todos nos tentem foder, nós continuemos no topo do mundo.

 

 

"Façam o favor de ser felizes"

-Raúl Solnado

 

Hoje estou:
Estou a ouvir: guns n roses - don't cry
publicado por JoãoVieira às 16:11
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |
Sábado, 5 de Setembro de 2009

A Vida São Duas Noites...Bem fodidas.

CARNIVAL NIGHT PHOTOGRAPH Pictures, Images and Photos

 

Ok, vou tentar deixar as coisas bem claras…a vida é uma merda mas a morte é bem mais aborrecida. Por isso só nos resta uma opção. Viver.

 Quanto mais pensamos na vida pior é, mais fodidos ficamos, se a vida já é fodida por si só para quê dar importância? Então não percam tempo a pensar, não vos adianta de nada. Mais vale vivermos a cagar para isso tudo, e cagamos se o país esta mal e não avança...que se foda! Queremos é ser felizes!

 Tentem arranjar uma namorada(o) que seja (muito) ingénua a ponto de não odiar este mundo. Fodasse pelo menos alguém que vos um pouco de animo para viver.Mas se as coisas não derem e tiverem de terminar então não adiem, despachem logo. Nunca ninguém morreu de uma desilusão amorosa por isso certamente ele(a) não vai dar entrada nas urgências por causa disso, de certeza que também não vai ser a primeira desilusão nem a ultima.E alguém a sério nao se mata por essas razões.O suicidio é para falhados.

 Roubem o estado sempre que puderem porque ladrão que rouba ladrão...

Aproveitem bem esta vida puta, ela é curta demais para não o fazerem, despachem tudo enquanto vos sobra tempo, a vida já é má, agora não descansarem em paz durante a morte é bem pior.

 Fodam, bebam, comam, droguem-se, durmam e parem…Parem de viver a imitar os outros. Parem de imitar a merda que vêm na tv e que lêm nas revistas. Como diz o grande Manel Cruz "foi na tv que aprendi a ser puta" por isso não percam tempo nisso e sejam aquilo que verdadeiramente são. E se mesmo assim forem todos umas putas que se foda...ao menos estão a ser completamente sinceros, não andam a enganar ninguém nem a vós próprios.

 Eu sou exactamente eu próprio, até no que escrevo. Não vou entrar para a história mas vou entrar na tua irmã.

 Ainda não tive a oportunidade de agradecer a todos os que tem comentado o

blog......sei a merda que os textos são e a forma de os escrever não e assim tão impressionante...mas desde já um muito obrigado e desculpem qualquer coisa.

 Tinha mais alguma coisa para escrever mas acabei por me esquecer…não importa escrevo num outro post quando me lembrar.

 

Hoje estou: puta
Estou a ouvir: foge foge bandido - Canal zero
tags: ,
publicado por JoãoVieira às 21:10
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 4 de Setembro de 2009

Teus olhos verdes///

Photobucket

 

Na minha vida sempre houve muitas mulheres, não me gabo disso, é somente um facto. Quantas eu já não vi partirem e muitas delas já nem ouvi mais falar. Outras ainda estão presentes, bem presentes,...ainda que eu já não esteja mais presente nelas. Algumas marcaram-me...e bem. Por terem sido muito para mim ou pelo meu arrependimento de ter sido muito pouco para elas.

Sempre ouvi dizer que os homens são todos iguais. O mesmo eu não posso dizer sobre as mulheres. Quando se larga uma mulher perde-se bem mais do que isso, perde-se a pessoa e perde-se a sua historia...cada mulher é uma história diferente. Arrisco em dizer que não há duas mulheres iguais, podem ser muito parecidas...mas nunca iguais. As mulheres são todas diferentes.

Já larguei muitas mulheres, outro facto, cada uma marcou-me á sua maneira, muito ou muito pouco, algumas até já esqueci. Eram todas muito diferentes umas das outras mas aquelas que mais me marcaram têm todas uma coisa em comum...somente uma coisa em comum. Olhos verdes.

Como eu amo aqueles olhos, verdes, puros e bonitos...era bem capaz de ficar um dia inteiro a observa-los sem me cansar nem um pouco, sem pestanejar enquanto os olhava.. Mas toda a merda de mal que eu já passei foi pela paixão a estes olhos que tem tanto de belo como de mal...estes olhos verdes de veneno.

São como um vício para mim e nenhum vicio é bom, os vícios destrói-nos.

Sempre me senti tão pequeno, insignificante. Parecia que aqueles olhos mudavam tudo. Não lhes era capaz de mentir por muito que quisesse, parecia que me olhavam por dentro e a fundo a ponto de saber quando não estava a ser totalmente sincero...por muito pequena que a mentira fosse. E insultavam-me logo a seguir.

"Quero-te"-disse-lhe eu.

"Tu não me amas"-responde-me ela

"Amo sim"

"Tu queres-me só para ti, isso não é amor"

O amor fode tudo...torna-nos fracos. E se eu já me rebaixei perante estes olhos? tantas vezes…

Eu próprio também já nem sei se é amor ou não. Talvez seja loucura. A loucura do amor ou o amor na loucura.

 

Hoje estou: sou frio e incensivel
Estou a ouvir: uma musica toda fixe do hi5 de um paneleiro qualquer...
publicado por JoãoVieira às 02:33
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

Joana

A tua amiga é tão engraçada, é mesmo. Agora, riu-me desta pobre situação como um parvo.

 Porque me interesso em resolver e esclarecer as coisas? Porque que dou importância a textos que descrevem um passado em que parte de mim esteve envolvido? Na altura eu era tudo.  

 Aquele amor por mim era em tudo superior a este mundo. Agora o tudo afinal era o outro. Pó caralho, estou-me a cagar....

 Mas digo-te, estava mesmo decidido a esclarecer tudo, mas agora? Foi como uma erecção...esta já passou.

 Não invisto nem mais um segundo do meu preciosíssimo tempo, esclarecer (ou tentar esclarecer) aquilo que já não existe não é mais que, para mim, perca de tempo.

Aquela merda acabou, nem devia ter começado, foi um erro meu já assumi. Felizmente é um erro sem grande efeito agora, mas existiu...eu lembra dele ter existido.

São erros mortos e como mortos que estão FELIZMENTE não nos fodem mais a vida.

 Em boa verdade te digo Joana…Já não quero saber de mais nada relacionado com ela.

   Acabou.

 

 

Hoje estou: tou ma cagar
Estou a ouvir: Bon Jovi - You Give Love A Bad Name
tags:
publicado por JoãoVieira às 01:04
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |

▲João//Vieira//!!;]

Photobucket>

Photobucket

-ver perfil
-adicionar este blog

▲links///

PhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucket

 

Visitas desde 01.12.2009






Cornetto XXL on Facebook

▲Mais//Textos//

Que se foda o futuro ///▲

Parabéns

Esta é a minha vida trans...

não consigo e não consigo...

Amanha é outro dia. ///▲

Pucca que te pariu ///▲

30 anos

As pessoas mudam...

Conversa com Inês ///▲

Artistas nunca morrem ///...

Noruega ///▲

Zorro ///▲

O que faz falta são féria...

Finito ///▲

Aqui tens o que tantas ve...

Chegada do Verão ///▲

Marte ///▲

"Eles não sabem (...) que...

Por esta hora... ///▲

Estou a ir,quase ///▲

.

Desapareci ///▲

E a minha vida continua a...

Certeza ///▲

SARA///▲

Esta merda vai mudar ///▲

Um dia diferente,a mesma ...

Nascimento de um Rei ///▲

Felicidade ///▲

E sábado há festa! ///▲

Noite Estragada ///▲

Futuro ///▲

Todas as manhãs ///▲

Dentro do comboio, a cami...

Bécas///▲

Vida de estudante é muito...

Felizmente///▲

Porque um dia alguém diss...

Últimos dias ///▲

...

Resistência ///▲

Que gay///▲

Sexo grátis para toda gen...

Hoje foi dia de oral a Po...

Todos os anónimos felizes...

É sempre noite///▲

Qualquer dia mato-te... /...

Qualquer dia mato-me... /...

Vida Fodida ///▲

Dinheiro não compra amor....

▲Mais//Comentados//

▲arquivos//

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

▲_

zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz
zzzzzzzzzzzzzzz